Para onde você quer ir, Alice ?

Um dos princípios essenciais que ajudam milhares de pessoas atingirem mais resultados em suas vidas é definir com clareza seus objetivos, contudo isso não é o que normalmente acontece.

Para mostrar o que geralmente acontece vou citar o famoso diálogo entre Alice e o Gato Cheshire que é uma metáfora para todas as decisões importantes que tomamos na vida.

“– Poderia me dizer, por favor, que caminho devo tomar para ir embora daqui?
– Isso depende muito de para onde quer ir – respondeu o Gato.
– Para mim, acho que tanto faz… – disse a menina.
– Nesse caso, qualquer caminho serve – afirmou o Gato.”

Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll

Parece simples, mas você sabia que 90% das pessoas, no geral, FRACASSA nos seus objetivos definidos principalmente no início do ano. Apesar das causas dessa imensa taxa de fracasso na realização de metas pessoais ser pouco estudada, na minha avaliação técnica, uma das grandes causas é a falta de clareza na definição de suas metas e objetivos. Ou seja, no geral, as pessoas não sabem exatamente o que querem, assim, como a Alice de o País das Maravilhas e dessa forma, não sabem comunicar para sua mente e cérebro as estratégias mentais que fazem transformar emoção em comportamento (ação).  
Compare a mente humana, o que inclui o nosso cérebro e corpo, a uma máquina. Ou seja, você é essa máquina que tem o poder de realizar todos seus objetivos propostos. Contudo, para realizar tudo que almeja, precisa saber como fazer essa máquina funcionar, toda a engenharia mínima que envolve essa maquinaria. E é exatamente aqui, que começa o desafio. Nós não fomos treinados e educados para saber como essa maquinaria funciona. Até mesmo a ciência moderna, com toda tecnologia moderna de neurociência, ainda tem um longo caminho pela frente para desvendar muito desse potencial humano.

Quando olhamos grandes gênios da Humanidade, como por exemplo, Nelson Mandela, Eistein, Madre Teresa ou Ayrton Senna podemos ter certeza do potencial da nossa mente. Sobre esse maquinário, o que podemos dizer , é que temos muitas ferramentas a disposição que poderiam duplicar, triplicar ou multiplicar por 50 vezes o seu potencial. Mas para isso, você precisar querer desenvolver esse potencial.

Assim como a Alice, se para você TANTO FAZ, se tem outras prioridades, se prefere a ZONA DE CONFORTO, você vai continuar pegando qualquer caminho. O caminho da procrastinação, das séries dos canais de assinatura, das redes sociais em excesso, da comida pouco saudável e da falta de exercício. Mas se você vem se despertando para o chamado do autoconhecimento, a PNL, a Neurociência, a Hipnose e o Mindfulness são ferramentas essenciais para você definir metas e objetivos com clareza e aumentar seu potencial a partir de AGORA.

Marlos Ramos

Professor e Treinador de Mentes

Pirâmide de Maslow: O que é, Conceito e Definição

Você quer saber mais sobre a pirâmide de Maslow e como ela pode te ajudar se tornar cada vez melhor?

pirâmide de Maslow trata-se de um conceito muito interessante que explica as necessidades humanas.

Se você está envolvido no mundo da psicologia ou da administração, certamente já ouviu falar da pirâmide de Maslow. A pirâmide também é frequentemente aplicada no marketing. Trata-se de um esquema que coloca as necessidades humanas em hierarquia. Essa ferramenta é frequentemente usada para ajudar a entender as motivações e desejos dos indivíduos.

Quer saber mais sobre motivação? Leia também esse outro post que preparamos para você!

Seja qual for a área de estudo, quando falamos das necessidades e motivações do ser humano a pirâmide de Maslow é sempre citada. Se você deseja entender mais a fundo esse conceito e como ele pode ser aplicado, está no lugar certo.

A seguir você encontra tudo o que precisa saber sobre a pirâmide de Maslow, seu criador e suas aplicações práticas. Continue lendo e confira:

O que é a Pirâmide de Maslow?

Pirâmide de Maslow, também chamada de hierarquia das necessidades de Maslow, é um conceito criado na década de 50 pelo psicólogo norte americano Abraham H. Maslow. Seu objetivo é determinar o conjunto de condições necessárias para que um indivíduo alcance a satisfação, seja ela pessoal ou profissional.

De acordo com a teoria, os seres-humanos vivem em busca da satisfação de determinadas necessidades. Para o psicólogo, a perspectiva de satisfação dessas necessidades é o que gera a força motivadora nos indivíduos.

A pirâmide de Maslow é usada, então, para demonstrar a hierarquia dessas necessidades. Ou seja, descreve quais são as mais básicas (base da pirâmide) e as mais elaboradas (topo). As necessidades base são aquelas consideradas necessárias para a sobrevivência, enquanto as mais complexas são necessárias para alcançar a satisfação pessoal e profissional.

Veja a seguir a pirâmide ilustrada:

piramide de maslow
A pirâmide de Maslow. (fonte)

Como você pode ver, a pirâmide possui cinco níveis: fisiologiasegurançaamor e relacionamentosestima e realização pessoal. No decorrer do texto, explicaremos melhor cada um deles.

Quem foi Abraham Maslow?

Abraham Harold Maslow ( 1908 — 1970) foi um psicólogo e pesquisador norte americano. Seu trabalho mais difundido foi, sem dúvida, a hierarquia das necessidades.

O psicólogo trabalhou para o MIT, tendo fundado o centro de pesquisa National Laboratories for Group Dynamics.

Além da pirâmide das necessidades, Maslow trabalhou também com pesquisas voltadas à dinâmicas e interações entre grupos, além de técnicas de resolução de conflitos.

Hierarquia de Necessidades de Maslow

Para Maslow, as necessidades do ser-humano precisam ser saciadas de maneira hierárquica. Ou seja, antes de começar a pensar nas suas necessidades de segurança, um indivíduo precisa, necessariamente, contar com a satisfação de todas as necessidades na seção anterior.

Vamos falar um pouco mais sobre cada uma das hierarquias na pirâmide:

Necessidades Fisiológicas

Tratam-se das mais básicas necessidades, que precisam ser saciadas para manter o corpo saudável e garantir a sobrevivência. São elas, por exemplo:

  • Processos de homeostase (sentimento da temperatura corporal, funcionamento hormonal, entre outros)
  • Processos de respiraçãosono digestão
  • Saciamento de fome sede
  • Disponibilidade de abrigo

Maslow acreditava que, sem essas necessidades saciadas, o indivíduo sequer pode preocupar-se com os níveis seguintes da pirâmide.

piramide de maslow
Acesso à comida é uma das necessidades fisiológicas para Maslow.

Necessidades de Segurança

A necessidade de segurança engloba mais do que a presença de um abrigo. Confira alguns exemplos:

  • Estabilidade no emprego: renda garantida
  • Segurança do corpo: abrigo seguro, proteção contra ameaças
  • Segurança da saúde: planos de saúde, ausência de doenças
  • Segurança da família: seguros de vida
  • Segurança da propriedade: casa própria, garantia de proteção aos seus bens

Ou seja, esse nível da pirâmide trata das sensações de proteção e garantias de soluções perante a situações que estão fora do controle do indivíduo.

piramide de maslow
Planos de saúde são um exemplo de necessidades de segurança.

Necessidades de Amor e Relacionamentos

Essas necessidades estão relacionadas com o senso de pertencimento e intimidade, dois fatores essenciais para a felicidade humana. Evoluímos, afinal, de maneira social. O bom relacionamento com o grupo e com os pares é importante para os esquemas de motivação. Veja alguns exemplos:

  • Amizades
  • Família
  • Relacionamentos amorosos
  • Intimidade sexual
  • Intimidade platônica
  • Pertencimento a grupos ou sociedades (igreja, escola, grupos de atividades, grupos de interesses em comum)
  • Identificação e aceitação perante a seus pares
piramide de ma
A necessidade de intimidade e amor são representadas nesse nível.

Necessidades de Estima

Além de assegurar relacionamentos, o ser humano também tem a necessidade de sentir-se estimado neles. Ou seja, precisa desenvolver a habilidade de reconhecer suas potencialidades. Precisa também que seus pares reconheçam e identifiquem seu valor no grupo. Veja alguns exemplos:

  • Autoestima
  • Confiança
  • Conquistas e realizações
  • Reconhecimento dos pares
  • Respeito dos outros
  • Respeito aos outros
piramide de maslow
Conquistas e reconhecimento também são necessidades importantes.

Necessidades de Realização Pessoal

Tratam-se das mais complexas necessidades do ser-humano. São, entretanto essenciais para que o indivíduo alcance a verdadeira realização pessoal e profissional. Confira:

  • Moralidade: definir e seguir o seu próprio sistema moral
  • Valores: conhecer e se ater aos seus valores fundamentais
  • Independência: auto-suficiência e liberdade
  • Criatividade: rotina que possibilita que o indivíduo exercite suas capacidades inovativas
  • Espontaneidade: capacidade de agir de maneira autêntica e congruente com seus pensamentos
  • Controle: possuir o controle de suas emoções e ações
  • Autoconhecimento: entender seus objetivos, potencialidades e pontos fracos

É preciso muito trabalho, reflexão e conhecimento de si para satisfazer essas necessidades. No entanto, essa é uma jornada que vale muito à pena.

piramide de maslow
A realização pessoal está no topo da pirâmide de Maslow.

Você sabia que o coaching pode te ajudar com isso? Descubra mais sobre os nossos cursos agora mesmo e dê início a essa mudança!

Outros fatos sobre a pirâmide de Maslow

É interessante considerar, também, que Maslow identifica outras três necessidades após a criação de sua pirâmide. São elas:

  • Necessidade de aprendizado: o indivíduo sente ânsia de aprender, conhecer e compreender o mundo à sua volta.
  • Necessidade de satisfação estética: a busca pela perfeição, simetria, beleza e arte.
  • Necessidade de transcendência: fé, espiritualidade, conexão com a natureza, aceitação da mortalidade.

A organização hierárquica, portanto, fica da seguinte forma:

  1. Necessidades Fisiológicas
  2. Necessidades de Segurança
  3. Necessidades de Relacionamentos
  4. Necessidades de Estima
  5. Necessidades Cognitivas ou de aprendizado
  6. Necessidades Estéticas
  7. Necessidades de Autorrealização
  8. Necessidades de Transcendência
piramide de maslow
As necessidades da pirâmide atualizada incluem aprendizado, estética e transcedência.

Além disso, faz-se importante destacar algumas características da pirâmide de Maslow:

  1. Uma etapa deve ser saciada, ao menos parcialmente, para que o indivíduo passe para o próximo nível da hierarquia.
  2. As necessidades da auto realização nunca são completamente saciadas, visto que sempre surgem novos objetivos.
  3. As necessidades fisiológicas nascem com os seres humanos, ou seja, são comuns a todos na espécie. São também as mais fáceis de saciar.
  4. Ao conquistar elementos de um grupo, o indivíduo se motivará a perseguir os do próximo nível na hierarquia.
  5. Frustrações, medos, angústias e insegurança podem ser interpretados como consequências da falha no cumprimento de determinadas necessidades.

Teoria de Maslow para a Motivação

A hierarquia das necessidades é frequentemente utilizada tanto para explicar quanto para incitar a motivação em indivíduos. Em muitas visões teóricas, a motivação é definida como a junção da vontade com ações ou comportamentos, com o objetivo de saciar uma necessidade. Com essa definição, fica simples entender onde a pirâmide de Maslow se encaixa nessa equação.

teoria de maslow
A teoria de Maslow ajuda a entender melhor suas motivações.

Apesar da regra de que um nível deve ter sido suprido antes que o indivíduo avança para o próximo, a pirâmide é vista, hoje, como uma estrutura bem mais flexível. É possível que determinados fatores em um dos níveis não sejam tão relevantes para a motivação, por exemplo. Enquanto isso, é provável que alguém esteja ativamente buscando realizar suas necessidades em diferentes níveis.

Por exemplo, uma pessoa motivada a subir na carreira pode estar extraindo motivação de todos esses fatores:

  • Estabilidade financeira (nível 2)
  • Pertencimento a um grupo (nível 3)
  • Reconhecimento dos pares (nível 4)
  • Respeito dos outros (nível 4)
  • Conquistas e realizações (nível 4)
  • Criatividade (nível 5)
  • Independência (nível 5)

Para manter a motivação, é importante entender o que estamos buscando e quais são nossas metas. A pirâmide de Maslow pode ajudar a mapear esses objetivos e entender melhor que necessidades estamos tentando satisfazer com eles.

Pirâmide de Maslow aplicado à profissão

A pirâmide de Maslow foi adaptada para o ambiente profissional, a fim de exemplificar melhor como as necessidades humanos podem ser entendidas dentro de um ambiente corporativo.

A satisfação dessas necessidades implica em colaboradores mais motivados e felizes com o emprego. Estar atento a detalhes como esses pode ajudar uma empresa a reduzir custos, otimizar processos e diminuir a rotatividade de seus funcionários.

Confira a seguir adaptação da pirâmide de Maslow para o ambiente profissional para entender melhor as necessidades dos colaboradores em um emprego:

  • Base: descanso físico e mental, salário suficiente, disponibilidade de horários para alimentação e pausas durante o expediente.
  • 2º nível: garantia de estabilidade, bom salário, ambiente de trabalho seguro e livre de acidentes.
  • 3º nível: boas relações com lideranças e pares, construir amizades no ambiente de trabalho, sentir-se acolhido pelas pessoas da empresa
  • 4º nível: ser reconhecido pelos seus resultados, ganhar aumentos ou prêmios, ter sua opinião como profissional respeitada
  • Topo: possuir autonomia em suas decisões, participar de determinações importantes para a empresa, exercer uma função que gosta e para a qual está capacitado, utilizar suas habilidades criativas e de resolução de problemas no dia a dia.
piramide de maslow
Boas relações no trabalho são um exemplo da pirâmide de Maslow aplicada ao ambiente corporativo.

Qual a real importância da Pirâmide de Maslow?

A pirâmide de Maslow é uma ferramenta com um incrível potencial. Ela pode te ajudar no seu processo de autoconhecimento, principalmente na compreensão dos fatores que despertam a motivação em você.

Para manter-se motivado e atingir suas metas, você precisará ir além de conhecer seus objetivos: precisa entender o que te impulsiona em direção a eles.

A pirâmide de Maslow é perfeita para auxiliar nesse exercício. Você pode, por exemplo, identificar em que nível se encontram seus objetivos, entendendo melhor o que você busca e encontrando mais caminhos para atingir suas metas.

Além disso, aplicada ao ambiente corporativo, a pirâmide de Maslow pode ajudar empresas a garantir que suas equipes estejam sempre motivadas. Pessoas que têm suas necessidades básicas atendidas geram um ambiente mais saudável, criativo e produtivo. A manutenção da motivação é capaz de reduzir custos, potencializar resultados, diminuir a rotatividade e melhorar a otimização dos processos.

Estabilidade emocional, motivação e autoconhecimento são benefícios de utilizar a pirâmide de Maslow.

Pirâmide de Maslow aplicado ao Coaching

Para Maslow, a felicidade está diretamente ligada à satisfação das necessidades ilustradas na hierarquia da pirâmide. Ou seja, é necessário que o indivíduo satisfaça os níveis mais altos da pirâmide para atingir sensações de triunfo e realização.

A auto realização, inclusive, é definida pelo autor como o impulso de elevar o próprio potencial ao máximo, buscando uma expressão genuína de sua essência.

A pessoa auto realizada sempre busca agir promovendo o bem-estar e o desenvolvimento das pessoas à sua volta. Se você acompanha o nosso blog, já deve ter identificado como a pirâmide de Maslow pode ser aplicada ao coaching.

O coaching utiliza conceitos da psicologia positiva e de várias outras escolas do conhecimento, buscando promover o autoconhecimento e auto melhora. Compreender suas motivações e necessidades é parte desse processo, possibilitando um entendimento mais amplo dos seus objetivos.

piramide de maslow
O coaching te ajuda a se conhecer melhor e conseguir os melhores resultados.

Exercício: identificando suas motivações

Gostaríamos de propor um exercício de auto reflexão. Você pode utilizar a pirâmide tradicional, a expandida ou até mesmo a aplicada ao ambiente profissional para isso.

O importante é que você pense sobre quais são as necessidades mais importantes para você. É interessante, também, que você reflita sobre como elas interagem com suas metas de longo prazo.

Entender porque você quer o que quer pode ajudar a encontrar mais caminhos para chegar lá. Além disso, você pode encontrar muita motivação quando compreende melhor seus anseios.

Siga os passos a seguir para essa reflexão:

  1. Desenhe ou escreva os níveis de necessidades da pirâmide.
  2. Acima da pirâmide, escreva uma de suas maiores metas ou sonhos.
  3. Identifique na pirâmide, começando do primeiro nível, todas as necessidades que seriam supridas ao atingir esses objetivos.
  4. Quais dessas necessidades são mais importantes para você? E por que?
piramide de maslow
Faça essa reflexão e entenda melhor suas necessidades.

Críticas mais frequentes à Pirâmide de Maslow

A teoria da pirâmide de Maslow foi, sem dúvida, revolucionária quando comparada com as tentativas anteriores de descrever fatores de motivação associados à personalidade dos indivíduos. Ela é, até hoje, amplamente utilizada e aplicada em diversos tipos de situação.

No entanto, não deixam de existir críticas à esquematização das necessidades, em especial no quesito da hierarquia. Por esse motivo, a pirâmide é vista atualmente como um estrutura muito mais flexível do que descrita por Maslow.

Alguns teóricos, inclusive, afirmam que não existem evidências de um sistema hierárquico para nossas necessidades. Dessa forma, acredita-se que todas elas sejam igualmente importantes para a satisfação pessoal. Além disso, teoriza-se que possam ser conquistadas em qualquer ordem.

No entanto, as necessidades descritas por Maslow são amplamente reconhecidas como fatores motivadores e importantes para a realização pessoal e profissional. A grande maioria das críticas à teoria estão centradas na questão da hierarquia e ordenação de prioridades nessas necessidades. Encontramos também críticas provenientes da má interpretação do termo “necessidade”, que é muitas vezes confundido com “desejo”.

De maneira geral, nenhuma teoria relacionada à motivação posterior a criação da pirâmide de Maslow contrária ou invalida o conceito. A pirâmide, ainda hoje, é extremamente relevante para as diversas áreas de estudo onde é aplicada.

Conclusão

A pirâmide de Maslow pode ser uma aliada poderosa na sua jornada pelo autoconhecimento e motivação. Entender melhor suas necessidades e como elas interagem com suas metas e objetivos é essencial para se manter motivado.

Além disso, esse conhecimento pode te ajudar a encontrar caminhos que te levem aos seus objetivos, ou até mesmo ajustar suas metas de acordo com as necessidades mais importantes para você.

Apesar de ter sido criada na década de 50, a pirâmide de Maslow ainda é um dos conceitos mais relevantes e aplicados na área de necessidades e motivações do ser-humano. A partir de críticas posteriores, hoje a estrutura é vista de maneira mais flexível, mas ainda mantém seu valor teórico e prático.

10 Dicas de motivação pessoal

Apresentar comportamentos saudáveis e congruentes com suas metas está diretamente ligado à automotivação. Quando a motivação está atrelada ao sentimento interno e individual de satisfação do indivíduo, esse fator contribui para a elevação do bem-estar, além de aumentar o sentimento de prazer, competência e autodeterminação da pessoa.

Ter um objetivo a ser alcançado é sempre importante para manter-­se motivado. Isso inclui, por exemplo, uma meta a ser cumprida no trabalho, a conquista de um imóvel, um automóvel ou uma viagem há muito tempo planejada. Tudo isso pode fazer parte da motivação extrínseca, a qual está relacionada a fatores externos. Algumas atitudes também contribuem para uma maior motivação pessoal.

Veja 10 dicas para alcançar objetivos e driblar problemas:

1. Acredite em você

Antes de tudo, acredite em si mesmo. Só é possível desenvolver um bom trabalho e atingir metas se tiver compreensão e clareza sobre a sua capacidade de realização.

2. Tenha sonhos

O que mantém uma pessoa motivada são seus sonhos. Eles são o combustível para a busca dos objetivos. Reflita sobre sua vida e observe se seus sonhos estão em primeiro plano e se você está lutando por eles.

3. Não desista de lutar

Por mais que a batalha seja árdua, não fuja dos desafios. Portanto, supere o medo e as incertezas. Para conseguir ultrapassar barreiras, o conhecimento e a preparação são essenciais na conclusão das grandes etapas de seus projetos. Sendo assim, arrisque e esteja sempre consciente da sua competência.

4. Aprenda com os erros

Os erros tornam o indivíduo mais experiente e atento com relação a novas situações, fazendo com que essa experiência se converta em aprendizado. Portanto, não se bloqueie diante de uma falha, mantenha o foco e siga em frente.

Motivação Pessoal 10 Dicas - Automotivação no Trabalho
A motivação no trabalho é importante

5.  Realize atividades que fazem você feliz

A melhor maneira de driblar a falta de motivação é fazer coisas que proporcionem bem­-estar. Faça uma lista de atividades que você gostaria de realizar e comece a praticá­las. Você vai perceber que, aos poucos, se sentirá mais motivado e determinado a realizar todas as suas tarefas com o mesmo ânimo e excelência.

6. Pense positivo

Ser otimista e encarar os desafios com firmeza e disposição contribui para que boa parte da jornada seja percorrida. Dessa forma, procure direcionar suas atitudes e perspectiva para os pontos positivos, fazendo do pessimismo uma palavra inutilizada em seu vocabulário.

7. Estabeleça metas

Pensar positivo e sentir-se bem são impulsionadores para que a motivação esteja presente, porém é preciso colocar em práticas tais emoções. Para que isso seja possível, relacione suas prioridades, bem como as tarefas e os respectivos prazos. Não esqueça de  colocá-los em sistema de passos, para que você perceba a evolução a cada tarefa cumprida. Assim, será mais fácil visualizar tudo que precisa ser feito.

8. Reclamações só bloqueiam sua motivação

Reclamar da situação não vai resolver o problema. O primeiro passo para a solução, é optar pela mudança de comportamento, analisando o que está errado e quais são as alternativas para solucionar a questão. Externar as dificuldades só atrasará você de reverter esse quadro.

9. Reflita

Reserve  tempo para refletir sobre atitudes, conquistas e fracassos. Essa análise é crucial para que você possa constatar se os seus objetivos estão alinhados com as suas ações, de forma que você possa redirecionar seus esforços para o que realmente almeja.

10.Comemore as conquistas

É importante ter a consciência dos resultados obtidos. Assim sendo, celebre suas vitórias e permita que a sensação de dever cumprido e metas alcançadas permeiem em seu ser.

Todas essas atitudes positivas e emoções são trabalhadas com o coaching, processo que visa motivar o indivíduo e estimulá­lo a desenvolver suas habilidades para alcançar objetivos tanto na vida pessoal quanto profissional. O coaching contribui para que as pessoas possam realizar mais e conquistar resultados mais positivos.

Quanto tempo temos?

O cantor e compositor brasileiro Renato Russo (27/03/1960 — 11/10/1996) disse um dia, que ao acordarmos perdermos um tempo precioso e que este não poderia ser recuperado. Porque nos é tão valioso algo que não conseguimos mensurar valor? Definitivamente não entendo qual a melhor definição de tempo, vivemos perdidos e em algum dado momento nos encontramos, neste mesmo tempo que insiste em nos atormentar, insiste em passar rápido demais, ou de forma lenta e gradual, enfim insiste em passar.

O tempo consegue ser implacável quando nos mostra o que deixamos para trás, o que não fizemos por diversos motivos como: raiva, ódio, amor, orgulho ou qualquer outro sentimento inato nos seres humanos. Sentimentos que nos levam a tomar decisões e consequentemente alteram o rumo de nossas vidas. Se vamos gostar ou não desses caminhos, só descobriremos após tomarmos tais decisões. Uma coisa é certa, se não decidirmos, viveremos com a sensação de que algo poderia ter sido diferente, ou melhor talvez.

Como saberemos qual o tempo certo para fazermos às mudanças em nossas vidas?

Será que temos como saber qual é o momento?

O que temos são as experiências adquiridas. Faz-se necessário as decisões erradas da juventude, para que possamos acertar mais a frente. Para que no futuro saibamos quais as melhores opções que teremos. Deus em sua imensa sabedoria não nos deu o dom de sabermos o tempo certo para todas as coisas, mas nos agraciou com o dom da sabedoria. O dom de aprendermos com os nossos erros, o dom da inteligência e do discernimento e nos deu livre arbítrio para escolhermos o nosso caminho e o que achamos melhor para as nossas vidas.

No livro mais vendido do mundo existe um versículo que diz o seguinte:

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”. (Eclesiastes 3:1)

Acho que mediante tais afirmações do Criador, não devemos temer o “tempo perdido” como diz Renato Russo, embora ele também tenha razão em suas palavras. O correto a se fazer, é aproveitar tudo o que nos é dado de presente, este tempo que nos parece muito, mas que passa tão rápido. Que quando percebido se transforma em pouco e se esgota, nos fazendo olhar para trás e perceber o que ele (tempo) nos ensina. Deixando-nos fortes, nos tira coisas, pessoas, vidas, sonhos, mas não nos tira a oportunidade de tentar de novo.

O futuro nada mais é do que o tempo novo. Se o tempo lhe roubou os sonhos, sonhe novamente, não perca nunca esta capacidade de se reinventar e de buscar. Se o tempo levou aquela pessoa especial, viva durante um tempo a sua dor e aprenda que a saudade é a consequência que o tempo transforma em amor eterno. Busque no tempo as forças necessárias para o amanhã, para o novo, use-o para buscar um rumo para uma vida nova, para buscar na fé e naquilo que você acredita a sua mudança. Transforme os dias em que você não tem mais o tempo que passou em dias que se pode buscar o tempo novo para a transformação.

No fim das contas temos sim, o nosso próprio tempo, temos todo o tempo do mundo, mas não teremos tempo se não dermos o primeiro passo.

Por: Reinaldo Bentaja